sábado, 8 de fevereiro de 2020

VII BIENAL de HUMOR “LUÍS D’OLIVEIRA GUIMARÃES” – ESPINHAL / PENELA 2020 Portugal




Uma Organização: Câmara Municipal de Penela / Junta de Freguesia do Espinhal / Casa-Museu Oliveira Guimarães
Com o apoio da Fundação Luiz d’Oliveira Guimarães
Uma Produção: Humorgrafe - Director Artístico: Osvaldo Macedo de Sousa (humorgrafe.oms@gmail.com)

A Bienal onde o humor não necessita de cores, apenas um sorriso, inteligência filosófica e uma cor simples e directa – o branco e negro e seus matizes.

1 - Tema: Da e com a Saúde (Humana e sistemas)
      a) A saúde é algo que nos preocupa diariamente, e apesar de dizermos que estamos com boa aparência, raramente nos queixamos dela, mas sim de outros males, como os bolsos vazios para pagar ao médico, a PDI (a idade) os resfriados sociais… A saúde é algo mais complicada que nos tempos das mezinhas das nossas avós. Hoje é um jogo de equilíbrios, não apenas físicos, energéticos ou espirituais, como um campo de combates económicos no universo farmacêutico, de confrontos entre as ditas medicinas convencionais com as medicinas tradicionais ou alternativas, como se a vida tivesse alternatividade salutar e doentia. Não nos podemos esquecer desse lado de alquimia / magia que tem acompanhado a evolução da humanidade e reflectindo a cor, a diversidade, a vida de cada cultura e cada povo. Desde os primórdios da humanidade que o Homem tem procurado na natureza (física e química) formas de manter o equilíbrio saudável do ser. Xamanes, druidas, curandeiros, físicos, herbanários, farmaceutas, médicos… sim, vivemos numa era da aldeia global mas nestes momentos é mais importante demonstrar a diversidade, a identidade de cada povo, cada cultura que fazer humor com a banalidade generalista do universo. Gostaríamos que nos vossos desenhos também demonstrassem um pouco da vossa cultura, da vossa diversidade na saúde e medicina.
Falar de saúde é falar do Homem ou da Humanidade? Os sintomas de enfermidade são iguais entre eles ou díspares? Pode haver uma humanidade sadia com seres doentes ou Homens sãos numa sociedade doente? Há mesmo vontade dos governos em ter uma boa política de Serviço Nacional de Saúde ou isso é contraproducente para os lobbys farmacêuticos, acabando estes por controlar a saúde a seu gosto? E a relação médico doente (que e Ordem dos Médicos pede que seja considerada um Património Imaterial da Humanidade) que está a ser submersa pelas tecnologias e pela desumanização economicista da medicina?
Tantas questões sérias à procura de sátiras risonhas… Todos sabemos que rir é já um fármaco alternativo, um placebo que erradica múltiplas enfermidades da humanidade, mas até que ponto ele tem força terapêutica para nos deixar despertos contra as usurpações, os jogos, as corrupções doentias da sociedade?
b) Como subgrupo, no âmbito do retrato-charge / Caricatura iremos homenagear António Arnaut (Penela 18/1/1936 – Coimbra 21/5/2018) o “pai” do Serviço Nacional de Saúde, criado em 1978 quando exercia o cargo de Ministro dos Assuntos Sociais (II Governo Constitucional).
2 - Aberto à participação de todos os artistas gráficos com humor, profissionais ou amadores.
3 – Data Limite: 31 de Maio de 2020. Devem ser enviados para humorgrafe.oms@gmail.com, humorgrafe@hotmail.com ou humorgrafe_oms@yahoo.com (No caso de não receberem confirmação de recepção, reenviar de novo SFF).
4 - Cada artista pode enviar, via e-mail em formato digital (300 dpis formato A4) até 4 trabalhos monocromáticos (uma só cor com todos os seus matizes – não são aceites desenhos a 2, 3 ou 4 cores –aberto a todas as técnicas e estilos como caricatura, cartoon, desenho de humor, tira, prancha de bd (história num prancha única)... devendo estes vir acompanhados com informação do nome, data de nascimento, morada e e-mail.
5 - Os trabalhos serão julgados por um júri constituído por: representantes da Câmara Municipal de Penela; representante da Junta de Freguesia do Espinhal; representante da família Oliveira Guimarães; pelo Director Artístico da Bienal; um representante dos patrocinadores, pelo director do Museu da Farmácia, um representante de comunicação social local e um a dois artistas convidados, sendo outorgados os seguintes Prémios:
1º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 2.000)
2º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 1.500)
3º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 1.000)
Prémio Caricatura da VII BHLOG- 2020 (€1.200)
O Júri, se assim o entender, poderá conceder “Prémios Especiais” António Oliveira Guimarães, Leonor Oliveira Guimarães, Município de Penela, Junta de Freguesia do Espinhal e Humorgrafe), a título honorífico, com direito a troféu.
6 - O Júri outorga-se o direito de fazer uma selecção dos melhores trabalhos para expôr no espaço disponível e edição de catálogo (o qual será enviado a todos os artistas com obra reproduzida).
7 – A Organização informará todos os artistas por e.mail se foram selecionados para a exposição e catálogo, e quais os artistas premiados. Os trabalhos premiados com remuneração, ficam automaticamente adquiridos pela Organização. Os originais dos trabalhos premiados deverão ser entregues à Organização (o original em trabalhos feitos a computador é um print de alta qualidade em A4, assinado à mão e numerado 1/1), porque sem essa entrega, o Prémio monetário não será desbloqueado.
8 - Os direitos de reprodução são propriedade da Organização, logo que seja para promoção desta organização, e discutidos pontualmente com os autores, no caso de outras utilizações.
9 - Para outras informações contactar o Director Artístico: Osvaldo Macedo de Sousa (humorgrafe.oms@gmail.com) ou VII Bienal de Humor Luís d’Oliveira Guimarães, Sector de Cultura, Câmara Municipal de Penela, Praça do Município, 3230-253 Penela - Portugal.
10 - A VII Bienal de Humor Luís d’ Oliveira Guimarães – Espinhal/Penela 2020, Inaugura dia 5 de Setembro no Centro Cultural do Espinhal, podendo contudo ser também exposta em outros locais a designar nomeadamente no Museu da Farmácia em Lisboa.

VII BIENAL DE HUMOR LUIZ D’OLIVEIRA GUIMARÃES
ESPINHAL / PENELA 2020
PORTUGAL



Apelido / Surname: _________________________________________________________
Nome Próprio / First Name: __________________________________________________
Morada / Address: Street: ___________________________________________________ ___________________________________________________________________________
Nº ______________
Código Postal / Postcode: _____________________________________________
Cidade / City: ________________________________________________________
País / Country: ____________________________________

E-mail: ______________________________________
Telefone / Telephone: __________________________

Male         Female



Obras / Works: Caricature: ______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________
                    Saude / Health_______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________




ANTONIO ARNAUT





quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Cartoon e Liberdade de Imprensa Conversa com António dia 29 DE JANEIRO DE 2020 NO MUSEU BORDALLO PINHEIRO DE LISBOA (CAMPO GRANDE)




ESCOLAS, JOVENS, ADULTOS, FAMÍLIAS
António, cartoonista galardoado internacionalmente e com uma vasta obra publicada, vem no próximo dia 29 de janeiro, pelas 18h30, ao Museu Bordalo Pinheiro para participar numa conversa sobre “Cartoon e Liberdade de Imprensa”.
Recorde-se que António foi, em 2019, o protagonista ocasional de uma reacção brutal a um dos seus cartoons publicados no «The New York Times». Na sequência da polémica gerada pelo cartoon, que representava Donald Trump e Benjamin Netanyahu, aquele jornal americano decidiu inclusive terminar com a prática de publicação de cartoons na sua edição internacional.
Esse episódio servirá de mote para uma conversa sobre o papel dos cartoonistas nos dias em que vivemos, os perigos que enfrentam, censura e liberdade de imprensa.
Este evento do Museu Bordalo Pinheiro insere-se na habitual comemoração do dia da morte de Rafael Bordalo Pinheiro. A ideia de assinalar a data começou em 2015, ano em que fomos surpreendidos pelo massacre à redação do jornal francês Charlie Hebdo.

ENTRADA LIVRE
Horário: 29 Jan, 18h30

Informações
Conversa: Cartoon e Liberdade de Imprensa. Conversa com António
Local: Museu Bordalo Pinheiro. Campo Grande, 382 • 1700-097 Lisboa
Data: 29 de Janeiro de 2020 | 18h30
Sobre o Museu Bordalo Pinheiro
O Museu Bordalo Pinheiro tem como missão preservar, estudar, documentar e divulgar a obra de Rafael Bordalo Pinheiro. Nascido em 1916, fruto da visão e do empenho do colecionador Ernesto Cruz Magalhães, o Museu assegura o acesso à obra do artista, oferecendo uma programação regular de exposições e atividades diversificadas. https://museubordalopinheiro.pt/