sábado, 8 de fevereiro de 2020

VII BIENAL de HUMOR “LUÍS D’OLIVEIRA GUIMARÃES” – ESPINHAL / PENELA 2020 Portugal




Uma Organização: Câmara Municipal de Penela / Junta de Freguesia do Espinhal / Casa-Museu Oliveira Guimarães
Com o apoio da Fundação Luiz d’Oliveira Guimarães
Uma Produção: Humorgrafe - Director Artístico: Osvaldo Macedo de Sousa (humorgrafe.oms@gmail.com)

A Bienal onde o humor não necessita de cores, apenas um sorriso, inteligência filosófica e uma cor simples e directa – o branco e negro e seus matizes.

1 - Tema: Da e com a Saúde (Humana e sistemas)
      a) A saúde é algo que nos preocupa diariamente, e apesar de dizermos que estamos com boa aparência, raramente nos queixamos dela, mas sim de outros males, como os bolsos vazios para pagar ao médico, a PDI (a idade) os resfriados sociais… A saúde é algo mais complicada que nos tempos das mezinhas das nossas avós. Hoje é um jogo de equilíbrios, não apenas físicos, energéticos ou espirituais, como um campo de combates económicos no universo farmacêutico, de confrontos entre as ditas medicinas convencionais com as medicinas tradicionais ou alternativas, como se a vida tivesse alternatividade salutar e doentia. Não nos podemos esquecer desse lado de alquimia / magia que tem acompanhado a evolução da humanidade e reflectindo a cor, a diversidade, a vida de cada cultura e cada povo. Desde os primórdios da humanidade que o Homem tem procurado na natureza (física e química) formas de manter o equilíbrio saudável do ser. Xamanes, druidas, curandeiros, físicos, herbanários, farmaceutas, médicos… sim, vivemos numa era da aldeia global mas nestes momentos é mais importante demonstrar a diversidade, a identidade de cada povo, cada cultura que fazer humor com a banalidade generalista do universo. Gostaríamos que nos vossos desenhos também demonstrassem um pouco da vossa cultura, da vossa diversidade na saúde e medicina.
Falar de saúde é falar do Homem ou da Humanidade? Os sintomas de enfermidade são iguais entre eles ou díspares? Pode haver uma humanidade sadia com seres doentes ou Homens sãos numa sociedade doente? Há mesmo vontade dos governos em ter uma boa política de Serviço Nacional de Saúde ou isso é contraproducente para os lobbys farmacêuticos, acabando estes por controlar a saúde a seu gosto? E a relação médico doente (que e Ordem dos Médicos pede que seja considerada um Património Imaterial da Humanidade) que está a ser submersa pelas tecnologias e pela desumanização economicista da medicina?
Tantas questões sérias à procura de sátiras risonhas… Todos sabemos que rir é já um fármaco alternativo, um placebo que erradica múltiplas enfermidades da humanidade, mas até que ponto ele tem força terapêutica para nos deixar despertos contra as usurpações, os jogos, as corrupções doentias da sociedade?
b) Como subgrupo, no âmbito do retrato-charge / Caricatura iremos homenagear António Arnaut (Penela 18/1/1936 – Coimbra 21/5/2018) o “pai” do Serviço Nacional de Saúde, criado em 1978 quando exercia o cargo de Ministro dos Assuntos Sociais (II Governo Constitucional).
2 - Aberto à participação de todos os artistas gráficos com humor, profissionais ou amadores.
3 – Data Limite: 31 de Maio de 2020. Devem ser enviados para humorgrafe.oms@gmail.com, humorgrafe@hotmail.com ou humorgrafe_oms@yahoo.com (No caso de não receberem confirmação de recepção, reenviar de novo SFF).
4 - Cada artista pode enviar, via e-mail em formato digital (300 dpis formato A4) até 4 trabalhos monocromáticos (uma só cor com todos os seus matizes – não são aceites desenhos a 2, 3 ou 4 cores –aberto a todas as técnicas e estilos como caricatura, cartoon, desenho de humor, tira, prancha de bd (história num prancha única)... devendo estes vir acompanhados com informação do nome, data de nascimento, morada e e-mail.
5 - Os trabalhos serão julgados por um júri constituído por: representantes da Câmara Municipal de Penela; representante da Junta de Freguesia do Espinhal; representante da família Oliveira Guimarães; pelo Director Artístico da Bienal; um representante dos patrocinadores, pelo director do Museu da Farmácia, um representante de comunicação social local e um a dois artistas convidados, sendo outorgados os seguintes Prémios:
1º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 2.000)
2º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 1.500)
3º Prémio da VII BHLOG- 2020 (€ 1.000)
Prémio Caricatura da VII BHLOG- 2020 (€1.200)
O Júri, se assim o entender, poderá conceder “Prémios Especiais” António Oliveira Guimarães, Leonor Oliveira Guimarães, Município de Penela, Junta de Freguesia do Espinhal e Humorgrafe), a título honorífico, com direito a troféu.
6 - O Júri outorga-se o direito de fazer uma selecção dos melhores trabalhos para expôr no espaço disponível e edição de catálogo (o qual será enviado a todos os artistas com obra reproduzida).
7 – A Organização informará todos os artistas por e.mail se foram selecionados para a exposição e catálogo, e quais os artistas premiados. Os trabalhos premiados com remuneração, ficam automaticamente adquiridos pela Organização. Os originais dos trabalhos premiados deverão ser entregues à Organização (o original em trabalhos feitos a computador é um print de alta qualidade em A4, assinado à mão e numerado 1/1), porque sem essa entrega, o Prémio monetário não será desbloqueado.
8 - Os direitos de reprodução são propriedade da Organização, logo que seja para promoção desta organização, e discutidos pontualmente com os autores, no caso de outras utilizações.
9 - Para outras informações contactar o Director Artístico: Osvaldo Macedo de Sousa (humorgrafe.oms@gmail.com) ou VII Bienal de Humor Luís d’Oliveira Guimarães, Sector de Cultura, Câmara Municipal de Penela, Praça do Município, 3230-253 Penela - Portugal.
10 - A VII Bienal de Humor Luís d’ Oliveira Guimarães – Espinhal/Penela 2020, Inaugura dia 5 de Setembro no Centro Cultural do Espinhal, podendo contudo ser também exposta em outros locais a designar nomeadamente no Museu da Farmácia em Lisboa.

VII BIENAL DE HUMOR LUIZ D’OLIVEIRA GUIMARÃES
ESPINHAL / PENELA 2020
PORTUGAL



Apelido / Surname: _________________________________________________________
Nome Próprio / First Name: __________________________________________________
Morada / Address: Street: ___________________________________________________ ___________________________________________________________________________
Nº ______________
Código Postal / Postcode: _____________________________________________
Cidade / City: ________________________________________________________
País / Country: ____________________________________

E-mail: ______________________________________
Telefone / Telephone: __________________________

Male         Female



Obras / Works: Caricature: ______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________
                    Saude / Health_______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________
                                              _______________________________________




ANTONIO ARNAUT





quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Cartoon e Liberdade de Imprensa Conversa com António dia 29 DE JANEIRO DE 2020 NO MUSEU BORDALLO PINHEIRO DE LISBOA (CAMPO GRANDE)




ESCOLAS, JOVENS, ADULTOS, FAMÍLIAS
António, cartoonista galardoado internacionalmente e com uma vasta obra publicada, vem no próximo dia 29 de janeiro, pelas 18h30, ao Museu Bordalo Pinheiro para participar numa conversa sobre “Cartoon e Liberdade de Imprensa”.
Recorde-se que António foi, em 2019, o protagonista ocasional de uma reacção brutal a um dos seus cartoons publicados no «The New York Times». Na sequência da polémica gerada pelo cartoon, que representava Donald Trump e Benjamin Netanyahu, aquele jornal americano decidiu inclusive terminar com a prática de publicação de cartoons na sua edição internacional.
Esse episódio servirá de mote para uma conversa sobre o papel dos cartoonistas nos dias em que vivemos, os perigos que enfrentam, censura e liberdade de imprensa.
Este evento do Museu Bordalo Pinheiro insere-se na habitual comemoração do dia da morte de Rafael Bordalo Pinheiro. A ideia de assinalar a data começou em 2015, ano em que fomos surpreendidos pelo massacre à redação do jornal francês Charlie Hebdo.

ENTRADA LIVRE
Horário: 29 Jan, 18h30

Informações
Conversa: Cartoon e Liberdade de Imprensa. Conversa com António
Local: Museu Bordalo Pinheiro. Campo Grande, 382 • 1700-097 Lisboa
Data: 29 de Janeiro de 2020 | 18h30
Sobre o Museu Bordalo Pinheiro
O Museu Bordalo Pinheiro tem como missão preservar, estudar, documentar e divulgar a obra de Rafael Bordalo Pinheiro. Nascido em 1916, fruto da visão e do empenho do colecionador Ernesto Cruz Magalhães, o Museu assegura o acesso à obra do artista, oferecendo uma programação regular de exposições e atividades diversificadas. https://museubordalopinheiro.pt/

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

NA LOUSÃ: 15ª FESTA DA CARICATURA, 5ª INTERNACIONAL começa dia 14 de Setembro



A Festa da Caricatura da Lousã, que se realiza há três décadas e tem contado sempre com grande adesão do público, desta vez é integrada no programa de celebração dos 40 anos da Cooperativa Trevim, editora do quinzenário do mesmo nome. Uma organização Trervim. Coordenador Geral: Zé Oliveira. Coordenação de Exposições e actividades: Osvaldo Macedo de Sousa

Exposição 1
O programa, que arranca a 14 de Setembro, vai até 11 de Novembro e aposta na descentralização de actividades dentro do concelho. Assim, no próximo sábado dia 14, pelas 15:30, inaugura na própria sede da cooperativa, na Rua dos Combatentes nº 3, a primeira de sete exposições satíricas, intitulada “Trevim no Espelho do Humor”. É uma retrospectiva temática de cartoons de Zé Oliveira publicados no jornal Trevim, tendo sido seleccionados aqueles cujo enredo é protagonizado pelo próprio periódico e sua editora.  O mais antigo desenho exposto foi publicado há 34 anos. Visitável até 4 de Outubro, no horário de expediente.

Exposição 2
FESTA DO HUMOR EM FOZ DE AROUCE, COM EXPOSIÇÃO E CONVERSA
A primeira atitude de descentralização ocorre nesse mesmo dia 14, às 18:00, com a inauguração da exposição “Fhotochistesis”  - Fotografia Humorística, no Momo – Museu do Circo, instalado na antiga escola de Foz de Arouce. É um conjunto de trabalhos de Pepe Pelayo, um engenheiro cubano que trocou a sua formação técnica pelo desempenho humorístico em diversas vertentes, tendo também trocado a sua ilha pelo Chile, onde reside. Além de criativo no âmbito satírico, tem assinalável bibliografia no domínio da filosofia do Humor, cujo tema também pesquisa e estuda.
Este conjunto de imagens fotográficas inusitadas que Pepe Pelayo nos exibe, é o ponto de partida para uma tertúlia, aberta ao público, em torno do tema “Sorrindo com os Palhaços”. Além de Pepe Pelayo, que estará pessoalmente, também participarão do historiador da Caricatura Osvaldo de Sousa,  os Marimbondo enquanto anfitriões do Momo, Detlef Shaft e Eva Cabral enquanto animadores cénicos. Também vão estar na sala os cartoonistas Belisário, Carlos Sêco e Zé Oliveira, sendo expectável uma boa participação de residentes em Foz de Arouce, bem como de moradores na generalidade do concelho lousanense e limítrofes. A conversa vai ser animada, até porque se prevê de palavra molhada.

Exposição 3
HUMOR BEIRÃO VAI À ESCOLA
A Festa da Caricatura prossegue no dia 20, sexta-feira, na Escola Secundária da Lousã, onde se  veio para Portugal ainda criança. Presentemente é professor na Lousã e cartoonista no Trevim, de que já foi director (e regressou recentemente à função de director adjunto).
Admirador da obra de Hergé, é no traço dele que bebe as suas maiores influências gráficas. E possui uma das maiores colecções portuguesas do universo Tintim. A sua exposição pode ser visitada até 18 de Outubro.

Exposição 4
SORRINDO COM A PAZ, COM CARICATURA E TERTÚLIA
A exposição “Sorrindo com a Paz” é um vasto conjunto de trabalhos de cartoonistas internacionais que fazem, cada um há sua maneira,  uma reflexão acerca dos eternos e lamentáveis conflitos da humanidade, sejam eles os belicismos militares, a violência doméstica ou a litigância nas escolas.
 A exposição inaugura a 28 de Setembro, sábado pelas 18h, na Biblioteca Municipal da Lousã. E encerra a 15 de Outubro. Os trabalhos expostos são reunidos em catálogo que será apresentado em data a anunciar oportunamente, que coincidirá com uma tertúlia que conta com a participação do historiador Osvaldo de Sousa, especialista em assuntos de Humor, e um psicólogo cuja confirmação se aguarda. Logo que confirmada disponibilidade, anunciaremos a data. Essa tertúlia ajudará o público presente a compreender a importância de não esquecermos os episódios terríveis da história ou as lamentáveis agressões do dia-a-dia, recordando-os – por exemplo  através da caricatura, enquanto veículo de denúncia.

Exposição 5
A NOVA GERAÇÃO DO HUMOR ESPANHOL
Kap e Malagón, dois dos humoristas de maior visibilidade na imprensa do país vizinho, exibem os seus trabalhos no Museu Álvaro Viana de Lemos. A exposição inaugura no dia 4 de Outubro, Sexta-feira, às 21:30. E oferece aos visitantes o brinde extra de um sarau musical humorístico, pela banda Rumtátá, que ocorrerá no jardim do museu. Esta exposição termina a 31 de Outubro. Os cartoonistas estarão presentes.
Kap, nascido em 1974, é cartoonista do La Vanguardia, El Mundo Desportivo, etc., tendo dezenas de livros publicados, alguns deles de investigação  no âmbito do desenho de Humor, desugnadamente publicações e autores.
Malagón, nascido em 1972, é cartoonista de El País, El Mundo, Marca, El Jueves, etc. Antes de ser cartoonista e enquanto estudante, esteve integrado em equipas de organização de salões de Caricatura na sua cidade natal, Alcalá de Henares.

 Exposição 6
EXPOSIÇÃO DE BD ‘HOMEM NA LUA’, POR ONOFRE VARELA
O cinquentenário da chegada do Homem à Lua, acontecido recentemente, é narrado numa banda desenhada de Onofre Varela, que escreveu o guião e o desenhou. As pranchas podem ser vistas numa exposição que inaugura na sede do Trevim às 15:00 de dia 5 de Outubro, um sábado. Este trabalho foi recentemente editado em livro, que será apresentado na altura. O autor estará presente para autografar as obras. A exposição encerra a 11 de Novembro.

Exposição 7
HUMOR AQUOSO EM EXPOSIÇÃO DE RUA
Ampliados para 2 metros de altura, são um conjunto de cartoons que visam sensibilizar a população para a Importância da Água. Foram desenhados pelos participantes directos na Festa da Caricatura e serão apresentados na sessão de Caricatura ao Vivo, após o que passam a ser exibidos disseminadamente junto aos fontenários da Lousã  até 11 de Outubro.
CARICATURA AO VIVO A 5 DE OUTUBRO
Há três décadas que a Festa da Caricatura da Lousã (este ano na sua 15ª edição – 5ª Internacional) têm nas sessões de Caricatura ao Vivo a nota máxima de adesão do público. Desta vez ocorrem duas sessões, ambas na Alameda Carlos Reis, no dia 5 de Outubro, uma a partir das 17:30 e outra às 21:30. Ambas contam com animação ambiente pela Companhia Marimbondo, para reforço da boa disposição que decorrerá da actividade de onze artistas, portugueses e estrangeiros,   a desenharem presencialmente as caricaturas de quem se ponha a jeito. São eles: os portugueses Belisário, Carlos Sêco, Luís Costa, Mário Teixeira, Onofre Varela, Pedro Ribeiro Ferreira, Santiagu e Zé Oliveira; de Espanha: Kap e Malagón; da Argentina, Omar Perez.
O catálogo das exposições, de 120 páginas, será apresentado durante a sessão da tarde de Caricatura ao Vivo.
AULAS DE HUMOR NA SECUNDÁRIA
Uma novidade da Festa da Caricatura lousanense deste ano são as aulas de 50 minutos subordinadas ao tema Humor, dadas em várias turmas da Escola Secundária. São ministradas pelos caricaturistas da Festa, que vão desvendar, para os estudantes, alguns segredos de como produzir Humor Gráfico e como coloca-lo ao serviço da sociedade.
FESTA DA CARICATURA PASSA A BIENAL
Perante o êxito que a iniciativa tem granjeado ao longo de 3 décadas, a Direcção da Cooperativa Trevim, com o patrocínio do município lousanense, passa futuramente a dar carácter bienal à Festa da Caricatura.
          Lousã, 10 de Setembro de 2019

quinta-feira, 18 de julho de 2019

“Homem na Lua” de Onofre Varela no Museu de Imprensa do Porto inaugura dia 20 de Junho pelas 18h



A exposição das pranchas originais do livro de Banda Desenhada Homem na Lua, de Onofre Varela, contando a odisseia do Homem na conquista do espaço até à alunagem dos astronautas Neil Armstrong e Buzz Aldrin, na noite de 20 de Julho, com saída para o solo lunar na madrugada do dia 21 (faz agora 50 anos) vai ser inaugurada no próximo dia 20 (Sábado) no Museu Nacional de Imprensa do Porto (Estrada Marginal, Freixo, junto à marina) às 18 horas.
A exposição manter-se-à patente ao público, sete dias por semana, até 30 de Setembro. Nesse mesmo dia será lançado para os quiosques (pelos Diário Noticias e Jornal de Noticias) dos jornais o respectivo álbum

terça-feira, 18 de junho de 2019

Livros sobre Humor e caricatura com textos de Osvaldo Macedo de Sousa - CCXLII - Santiagu - Rasgos


Livros sobre Humor e caricatura com textos de Osvaldo Macedo de Sousa - CCXLI . Humor de Miranda - Do Mental ao metal



AS LISBOAS DE NUNO SARAIVA Desenhos Originais / Ilustrações Editoriais 19 JUN – 27 JUL - GALERIA SANTA MARIA MAIOR Rua Da Madalena, 147, 1100-232 Lisboa




CONVITE INAUGURAÇÃO
19 JUN, 18H

GALERIA SANTA MARIA MAIOR

Rua Da Madalena, 147, 1100-232 Lisboa


ENTRADA LIVRE
Exposição patente até 27 de Julho, no horário de segunda-feira a sábado, das 14h às 18h
Visitas guiadas pelo artista, sem marcação, Sábados 4, 6, 20 e 27 julho,das 14h às 18h

Junta de Freguesia de Santa Maria Maior (apoio), Edições Arranha-Céus (catálogo), Silvadesigners (cartaz/catálogo)

breve descritivo:
São as Festas e Troféus das Marchas para a Egeac, os cartazes de Arraiais, Rondas das tascas, guias ilustrados e concursos de fado para a Associação Renovar a Mouraria, os mapas ilustrados para a Universidade Nova de Lisboa/IELT, as inúmeras ilustrações com o apoio do Museu do Fado para o Museu de Santo António e outras tantas para o serviço educativo do Castelo S.Jorge, os desenhos para produtos como Ginja Lisboa ou Ginja sem Rival, as imagens para marcas de jogos como a Mebo Games ou a Nerd Monkeys, colaborações na editora Tugaland e nos jornais Público, Sol ou Time Out Lisboa, campanhas publicitárias como Lisboa na Boa e as aventuras em  t-shirts do Bairro do Tareco e em azulejos da City of All.
À volta de todas estas Lisboas, todos originais e seus desenhos preliminares expostos em velhas molduras, umas oferecidas por amigos, outras compradas na Feira da Ladra de Lisboa.
Ao todo, somando material impresso, objectos e originais, apresento aqui 250 Lisboas.
E muitas outras ficaram de fora, à espera de uma próxima exposição.
Nuno Saraiva
Ilustrador
nunosaraiva.org/
t: 919 620 371
fb
Trabalha no
The Lisbon Studio
r diogo do couto 1, 7E
1100-196 Lisboa
(a Sta. Apolónia)